Solteiras

‘Escravidão não foi tão ruim assim’: os controversos comentários de turistas no sul dos EUA

Anúncio garota 35035

A equipe da BBC News Brasil lê para você algumas de suas melhores reportagens Episódios Fim do Podcast Embora a Fazenda McLeod tenha muito mais avaliações positivas do que negativas, essas críticas atingiram em cheio um debate que se desenrola em locais históricos de cidades como Charleston. Por décadas, turistas foram conhecer Charleston e suas fazendas pelo charme idílico do Sul do país. Uma placa na frente pergunta: Você acha que os donos de fazendas como os McLeod passaram por momentos tempos atribulados de maneira diferente dos Dawson, dos Forrest e de outras famílias afroamericanas que moravam aqui? A visita começa na estrada que leva à fazenda. Mas faz um aviso ao dar as boas-vindas. Você pode se sentir chateado, triste ou com raiva, e isso é perfeitamente ok.

A série de crimes começou em julho de , quando os corpos de Edward Hope Smith, de 14 anos, e Alfred James Evans, 13, foram encontrados em um terreno baldio. Smith estava desaparecido havia uma semana e foi morto a tiros. Ele foi estrangulado. Logo outros jovens negros começaram a desaparecer.

Esse decreto fundamental foi como um grandioso raio de luz de esperança para milhões de escravos negros que tinham sido marcados a ferro nas chamas de uma vergonhosa injustiça. Veio quanto uma aurora feliz para pôr final à longa noite de cativeiro. Cem anos mais tarde, o negro exatamente vive numa ilha isolada de pobreza no meio de um vasto oceano de prosperidade material. Cem anos restante tarde, o negro ainda definha nas margens da sociedade americana estando exilado em sua própria terra.

Uma jaez de revolta histórica contra o que construímos mesmo cá. Sua prioridade é auxiliar bancos. E o escolhido responde e daí. Um pacto de convívio social foi roto.

Leave a Comment