Solteiras

Maternidade Real: A visão de mulheres reais sobre ser mãe

Procuramos garota para 61901

E-mail: kluna uol. Trata-se de um assunto complexo, necessitando, portanto, que se observem as peculiaridades de cada caso e os fatores a eles subjacentes. ABSTRACT This paper aims the understanding of motivations and feelings that underlie the discourse of mothers who donates a child, as well as the repercussions of this act in her life. Participated in this research six women aged between 22 and 40 years, with low education and socioeconomic levels, who have donated, at least, two children. They were interviewed and answered questions about their social demographic data and about the issues of this research. Their economic and emotional poverty conditions that permeate their lives were verified.

É pensar e estar com ele no meu pensamento 24 horas por dia. É me preocupar, é sentir esse medo, acho que até mesmo um medo de perder. É viver entre o tal instinto materno, o aplicação incondicional, a responsabilidade vivida sozinha e compartilhada também. Entre as noites pouco dormidas da maternidade real, a carregamento de cuidar e a carreira profissional. Mas entre tantas semelhanças e diferenças, cada uma sabe as dores e as delícias de colocar e educar uma criança nesse mundo. Só elas sabem da culpa e do orgulho também. A gravidez, sempre muito sonhada, veio de surpresa. Mas Bruna encarou o desafio e assumiu seu restante novo papel com muita coragem e amor.

Leave a Comment